O mundo parece um vale de flores mortas.

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

flores_mortas

O coração arde dentro do peito.

Os olhos marejados não deixam ver direito.
De vez em quando, um sorriso escapa.
Passa empurrando com força, toda a desgraça.
O perfume da ausência se adianta.

O coração, sem beleza, desencanta.
Os sonhos se foram.
O horizonte parece tão distante.
O futuro à frente, árido e agonizante.

Minhas mãos vão em tua direção.
Meus pensamentos estão em tuas mãos.
Nosso futuro está em meus pensamentos.
Meu desejo está em nosso futuro que é meu alento.

Acordo e estou no escuro.
Não existo, não sou nada, não tenho ninguém.
Amanha é um novo dia.
Daqui a pouco o relógio marcará nova hora.

Pena que você vai embora.
Uma tênue esperança meu coração acalora.
Quem sabe tudo isso não é só um sonho ruim.
Daqui a pouco o relógio toca. Está na hora.

MigX

Engenheiro, funcionário público, metido a escritor e ilustrador... Publicou na Quark, Scarium e e-nigma. Membro fundador da Oficina de Escritores, vem tentando sua própria jornada do herói na vida, e a viagem do escritor, nos blogs e na OE.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Seja bem vinda, bem vindo!

Assine nossa lista  e, além de receber nossa newsletter com as novidades do site,
Ganhe 2 E-books Grátis:

Escreva Seu Livro
  • Escreva Seu Livro, o passo a passo para começar hoje mesmo!
  • 28 Mapas Mentais com as regras de ortografia e gramática, que todo estudante deveria saber!

Sucesso na inscrição!

Ocorrou um erro ao tentar encaminhar seu pedido. Por favor, tente novamente.

A Arca.com will use the information you provide on this form to be in touch with you and to provide updates and marketing.