Pin It

COMER MORTADELA E ARROTAR CAMARÃO

 

  • Reclamar direitos autorais na criação de PPS, com aqueles ursinhos e anjinhos malas, que foram feitos num Windows pirata;
  • Ter carro importado e não ter grana pro IPVA ou mudar de rota pra fugir dos pedágios;
  • Ter agenda de couro com as iniciais folheadas a ouro e a letra mais feia que seu filhinho de 7 anos;
  • Ter uma TV de plasma de 42 polegadas, estéreo, com PIP, conectada num aparelho de som Lennox;
  • Pegar gripe visitando os Alpes Suí­ços;
  • Ter um box blindex de banheiro liiiiiiiiiiindo e uma ducha de “prástico” corona com os fios torrados;
  • Ter um computador multimí­dia com monitor de 17″, HD de 80 gigas, virtua 8 mega e um cérebro do tamanho de uma ervilha;
  • Ir num restaurante de cozinha internacional 5 estrelas num hotel super chique e pedir “istrogonofi”;
  • Ter na sua sala um retrato seu, pintado por um artista plástico famoso, mas pela sua feiúra, seus amigos acham que foi pintado por Picasso, Salvador Dali ou pelo seu filhinho de 3 anos;
  • Tentar acionar o portão eletrônico de 10 metros de comprimento, com o controle remoto todinho estrupiado ou com bateria fraca;
  • Usar CD pirata ou emprestado no player do carro, com disqueteira e potência que custaram R$ 3 mil;
  • Comer caviar acompanhado de Sidra Cereser;
  • Desfilar com um IPOD top de linha e um fone de ouvido de R$1,99;
  • Viajar pra Nova York sem saber falar inglês;
  • Usar camisa de grife manchada com pasta de dente;
  • Usar bracelete de ouro e um paletó igualzinho ao do Antonio Ermirio de Moraes;
  • Usar biquí­ni e bóia da mesma nacionalidade. Francesa! Biquini Versace e bóia Michelin;
  • Ter uma calculadora financeira HP e só saber as 4 operações básicas;
  • Ficar três horas na balada com a mesma latinha de cerveja, e quando chega uma amigo pede um pouquinho pra completar;
  • Usar caneta Montblanc em bloquinhos de rascunho feitos com restos de sulfite (só pode usar um lado);
  • Ir no restaurante japonês, colocar elástico e um pedaço de papel dobrado no meio do hashi;
  • Ter webcam e uma cara assustadora (CINE TRASH);
  • Fazer picanha no churrasco e pegar emprestado um copinho de álcool do vizinho pra acender a churrasqueira e não convidá-lo;
  • Enviar port-folio por e-mail, no horário da meia noite í s seis;
  • Estar no exterior e enviar para a famí­lia um envelope cheio de cartões postais para serem enviados aos amigos que aqui estão pelo correio do Brasil;
  • Gravar filmes da Seção da Tarde, pro filhinho, num videocassete com 12 cabeças de diamante, estéreo, hi-fi e outros bichos, poupando a ida í  locadora;
  • Ter um relógio Rolex com o vidro embaçado com vapor d`água;
  • Ter 3 carros na garagem e pegar emprestado o carrinho de feira do vizinho;
  • Tomar banho numa Jacuzzi com hidromassagem usando sabonete Palmolive;
  • Ter um laptop e mãos de pedreiro ou indicador igual ao do Cristo Redentor;
  • Usar perfume francês e unhas sujas parecidas com as de borracheiro que troca pneu de caminhão;
  • Reclamar com o dono do carrinho de lanche, na rua suja de lixo, que a folhinha da alface do X-salada está preta na borda;

 

Compartilhe:

MigX

Engenheiro, funcionário público, metido a escritor e ilustrador... Publicou na Quark, Scarium e e-nigma. Membro fundador da Oficina de Escritores, vem tentando sua própria jornada do herói na vida, e a viagem do escritor, nos blogs e na OE.

Um comentário em “COMER MORTADELA E ARROTAR CAMARÃO

  • 11 de abril de 2008 em 00:09
    Permalink

    I love commenting different articles and information. To be honest with you, it’s my hobby. And, by the way commenting different stuff on this web site is one of my favorite things to do in free time. I like to express my mind, and when I realize that I’m wrong, I correct my mistakes. Thank you for a possibility to express myself! I really enjoy it!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *