Pin It

Viciado em você

Me descubro, viciado em você.
Quando longe vem a abstinência.
O coração dispara, vem o gosto na boca.
O aroma nas narinas.
O mundo roda.
O mundo gira.
Você demora.
E eu perco a rima.

Veja também:

Compartilhe:

MigX

Engenheiro, funcionário público, metido a escritor e ilustrador... Publicou na Quark, Scarium e e-nigma. Membro fundador da Oficina de Escritores, vem tentando sua própria jornada do herói na vida, e a viagem do escritor, nos blogs e na OE.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *