Pin It

Topos e Fundos, Resistências e Suportes.

suporteresistencia.pngPara investir na bolsa é preciso algum critério.
í‰ preciso analisar o que, quando e por quanto comprar.
Como fazer isso?

No meu caso, com análise gráfica.

O principal instrumento da análise gráfica é a identificação de topos e fundos nos gráficos dos ativos.
Chamamos de topo, quando um ativo em seu movimento de alta, para e inicia uma descida e de fundo o inverso. Um ativo em movimento de baixa, para e inicia uma subida.

Qual a importância disso?
Bem, há uma coisa chamada preço memória. Vamos a um exemplo:

Você, vai ao mercado e em determinado dia, paga R$ 10,00 por algum produto. Em outro dia posterior está com intenção de comprar novamente, mas ao chegar ao mercado, encontra o produto sendo oferecido por R$ 13,00. Desiste de comprar por achar que está caro. Em outro dia, nem pensava em comprar, mas ao chegar, encontra o produto sendo ofertado a R$ 7,00. Achando que está barato. Que vale a pena. Resolve comprar.

Assim é com o mercado. Os topos e fundos são pontos em que os investidores começam a achar o papel, caro ou barato, respectivamente.

Um topo forma um preço memória, que no futuro será uma resistência, um ponto em que o investidor começa a achar o papel caro. Já o fundo, no futuro será um suporte. Um ponto onde o investidor começa a achar o papel barato e inicia um movimento de compra.

Uma resistência ou suporte é mais forte, quanto mais vezes tiver sido testado no passado.

Testado? Mas o que é isso.

O teste acontece quando os preços alcançam novamente o valor do suporte ou resistência e não rompem a barreira.

Os melhores suportes, são aqueles valores que já foram resistência e vice versa.

Um rompimento verdadeiro sempre deve vir acompanhado de um bom volume de negócios e confirmado por algum outro estudo.

Os suportes e resistências são formados por linhas retas traçadas conectando os fundos ou topos, como na figura. Quanto mais fundos ou topos fazem parte da linha, mas forte o número de força que é como são chamados os suportes e resistências.

Veja também:

Compartilhe:

MigX

Engenheiro, funcionário público, metido a escritor e ilustrador... Publicou na Quark, Scarium e e-nigma. Membro fundador da Oficina de Escritores, vem tentando sua própria jornada do herói na vida, e a viagem do escritor, nos blogs e na OE.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *