Pin It

Células-tronco – lentes de contato curam cegueira.

tecnicas-avancadas-para-revelar-a-verdade-os-truques-dos-profissionaisMais uma maravilha das células-tronco. A cada dia mais, me convenço de que o futuro da humanidade, nossa avolução, o mundo de amanha, livre das doenças e moralmente purificado, passa pelas células-tronco.
É óbvio que não estou querendo dizer que a terapia vai resolver os problemas morais que assolam nossa espécies, mas a humanidade do futuro, que não desisto de acreditar, será uma cópia passada a LIMPO de nós mesmos, passa pela purificação do corpo, das mazelas dos dias de hoje. Muito precisa ser feito. Mas toda jornada inicía com o primeiro passo.

Três australianos recuperaram a visão através de suas próprias células-tronco e lentes de contato comuns. Apesar de a nova técnica ter sido usada para reverter doenças da córnea, ela promete ser um tratamento rápido, indolor e barato para outros problemas visuais. Pode ainda ser útil para reparar lesões da pele, relataram os pesquisadores.

De acordo com Stephanie Watson, membro da equipe, dois de três pacientes eram totalmente cegos do olho em que foram tratados, hoje eles podem ler letras grandes. O terceiro pôde ler algumas linhas e agora está apto a passar num teste de visão para retirar carteira de motorista. Veja vídeo explicativo.

O pesquisador principal da equipe da Universidade de South Whales, na Austrália, Nick Di Girolamo, disse que a idéia de unir células-tronco com lentes de contato veio de uma observação do oftalmologista Minas Coroneo que as células-tronco da córnea, ou da frente do olho, grudam nas lentes de contato.

Para obter as células, Dr. Watson usou menos de um milímetro de tecido do lado da córnea de cada paciente. Trabalhando com colegas ele cultivou as células-tronco do tecido nas lentes de contato. Depois disso, Dr. Watson limpou a superfície da cornea dos pacientes e inseriu as lentes. Dentro de 10 a 14 dias as células começaram a substituir as células danificadas. Satisfeito que as células-tronco estavam fazendo seu trabalho, o médico removeu as lentes e os pacientes têm enxergado com seus ‘novos olhos’ pelos últimos 18 meses.

O dr. Di Girolamo disse que acredita que o método será bem recebido particularmente em nações pobres. É uma maneira simples e fácil para os pacientes e não requer equipamentos sofisticados, apenas um cirurgião oftalmologista e um laboratório para cultivar as células. [The Australian]

Veja também:

Compartilhe:

MigX

Engenheiro, funcionário público, metido a escritor e ilustrador... Publicou na Quark, Scarium e e-nigma. Membro fundador da Oficina de Escritores, vem tentando sua própria jornada do herói na vida, e a viagem do escritor, nos blogs e na OE.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *