PHOTOREADING® ou FOTOLEITURA funciona?

fotoleituraMesmo com todo o avanço tecnológico dos últimos tempos, pouco se avançou na leitura (até conhecermos a FOTOLEITURA ou PHOTOREADING, usarei fotoleitura no restante do artigo), e com o excesso de informação a que estamos expostos hoje em dia (Segundo Richard Saul Wurman, em seu livro “Information Anxiety”, “uma edição diária do jornal The New York Times contém mais informação que uma pessoa comum, da Inglaterra do século 17, teria visto em toda a sua vida”) se faz necessário mudarmos algo na nossa maneira de ler, tendo em vista que em nossa sociedade, o sucesso e sobrevivência de muitas empresas e pessoas depende da capacidade de localizar, analisar e usar a informação de uma maneira apropriada.Segundo pesquisas de Hubert Murray Jr.: “Aproximadamente 20 milhões de palavras com informações técnicas são apresentados em livros e relatórios a cada período de 24 horas. Um leitor capaz de ler 1.000 palavras por minuto (a média é de 150!), necessitaria de 45 dias para ler tudo, considerando 8 horas diárias de leitura, apenas para dar conta da informação gerada em 1 dia! E mesmo assim, esse leitor ainda estaria atrasado em sua leitura em quase 6 anos!”

Impressionante! A informação está acessível e com isso nos sentimos obrigados a conhecê-la. Mas como, com tanta informação sendo gerada? Tudo isso é importante? Não temos tempo para ler tudo, mas como selecionar o que ler? Como saber antes de ler? Dá pra ficar maluco, não dá?

Para resolver isso podemos lançar mão do PhotoReading ou FotoLeitura. Aqui no Brasil, tem muita  gente querendo ganhar dinheiro com seminários, cursos e livros sobre o assunto, mas a técnica em si é simples e permite selecionar facilmente a informação mais importante e, acima de tudo, acelerar o entendimento e ganhar tempo.

Como isso é possível?

~É uma mudança de paradigma. Precisamos mudar radicalmente, a maneira como lemos.

Na escola aprendemos a ler SEMPRE da esquerda para direita e do início ao fim. Esse tipo de leitura não é descartado, não é esse o papel da FotoLeitura, a leitura tradicional tem seu lugar, mas na leitura de um romance, por exemplo, em que o objetivo é ter prazer. Porém, para colher informações ela é detalhista em excesso e muito demorada.

Vamos entender o processo?

Para explicar melhor esse novo paradigma, devemos pensar sobre qual é o objetivo central da leitura: compreender uma certa informação para que possamos usá-la de acordo com a nossa necessidade.

O aprendizado e o entendimento são gerados pelo acúmulo de informação. Quanto mais você recebe, quanto mais estimula os sentidos (visão, audição, gustação, olfato e tato) mais estará aprendendo e mais facilmente estará compreendendo o mundo a sua volta. Se pensarmos bem, o ser humano recebe milhões de informações (estímulos) todos os dias. Porém, só uma pequena parte, aliás uma pequeníssima parte, percebemos conscientemente. O restante desses estímulos vai diretamente para o inconsciente.

Os cientistas descobriram que mesmo o estímulo sendo inconsciente pode gerar aprendizado. E que a maior parte do nosso aprendizado ocorre a nível inconsciente (mais de 90%). O que os cientistas estão dizendo é que na grande maioria das vezes não percebemos quando aprendemos. Só temos consciência quando uma situação exigir a informação. São aquelas situações típicas de, “a ficha caiu, tive uma idéia, etc.”

A leitura na verdade é um meio “pobre” de aprendizado, pois o nível de esquecimento do que foi lido é muito alto. Porém, a leitura é muito necessária em nosso mundo. Devemos torná-la mais eficiente, procurando usar 100% de nossa capacidade. Lendo de maneira consciente (racional) e inconsciente (intuitiva). Sendo que a maneira consciente não pode ser igual a leitura que fazemos hoje.

A leitura é um meio de receber informação, e isso deve ser organizado do jeito que for mais conveniente e rápido. Estou dizendo que não precisamos ler um livro do início ao fim e completamente. Mas, somente o que for mais importante! Devemos ser seletivos, direcionados ao objetivo e receber a informação de uma maneira gradual e cumulativa, estimulando a intuição e sempre levando em conta o pouco tempo de que dispomos.

AS BASES DO SISTEMA

As técnicas do método PhotoReading foram desenvolvidas pelo psicólogo americano Paul Scheele. Ao pesquisar as diferenças entre um excelente leitor e um mediano, Paul descobriu que todo bom leitor possui diversas maneiras de ler, sendo que cada estratégia deve ser usada para situações e necessidades diferentes. Depois, Paul organizou essas estratégias de acordo com o princípio da Aprendizagem Acelerada.

A Aprendizagem Acelerada foi desenvolvida na Bulgária na década de 60, pelo cientista Georgi Lozanov. Segundo Lozanov, o aprendizado humano é potencializado quando o aprendiz está em seu estado melhor, ou seja, relaxado. Facilitando o recebimento da informação tanto a nível consciente como a nível inconsciente. De acordo com ele, as pessoas devem trabalhar as informações da seguinte forma:

1. Estar relaxado.

2. Ter uma visão geral do que vai aprender (ter um objetivo).

3. Estimular o inconsciente.

4. Ativar a informação ao estudar da maneira mais adequada para a pessoa.

Assim, o Sistema foi divido nas seguintes estratégias:

1. Preparação: este é o primeiro passo de todo o processo. Na verdade a Preparação não é uma técnica de leitura, mais um momento antes da leitura para estarmos em um estado melhor, ou seja, relaxado e concentrado. O estado correto potencializa os resultados das técnicas e também pode ser usado antes da leitura tradicional.

2. Prever: é a estratégia que permite se ter uma visão geral do assunto a ser lido, artigo ou livro. Ao se fazer o Prever, a pessoa percebe rapidamente se o assunto é ou não de interesse. Se for do interesse, então determina-se o objetivo de leitura e escolhe as estratégias para atingir rapidamente este objetivo.

3. PhotoReading: esta é a leitura intuitiva. Ao folhear rapidamente um livro, a mente consciente não tem como ler o que está escrito, mas a mente inconsciente é capaz de captar essas informações e gerar o aprendizado necessário. Este material, que está no inconsciente, servirá de base para o entendimento consciente ao se usar a Ativação, além de aumentar a intuição sobre a informação.

4. Ativação: é uma estratégia simples de achar a informação essencial. Na grande maioria das vezes, nem tudo que está escrito no livro é importante. Através desta técnica é possível separar o “joio do trigo”, lendo realmente as partes essenciais que irão gerar o entendimento desejado.

5. Leitura Rápida: é um complemento da técnica de Ativação, é ir além da essência e procurar os detalhes que irão complementar a informação procurado.

CONCLUSÃO

O grande volume de informação gerado pelas novas tecnologias só pode ser acompanhado por uma nova pessoa. Alguém aberto a mudar velhos padrões e que sabe que sua capacidade não se resume apenas a sua percepção consciente. Uma pessoa onde a criatividade e a intuição são tão corriqueiras como o raciocínio.

Apesar de representar várias passadas por um livro, o método PhotoReading pode reduzir o tempo de leitura em quase 70%! Abrindo novas portas para o desenvolvimento pessoal e profissional. Ampliando os horizontes e as opções, e flexibilizando a maneira de ler. Tornando a pessoa em um leitor ativo, aquele facilmente interage com a informação, que é crítico e sabe selecionar o que realmente é de seu interesse. Com certeza, esse é o caminho mais curto para lidar com o excesso de informação do nosso mundo atual.

Veja também:

Compartilhe:

MigX

Engenheiro, funcionário público, metido a escritor e ilustrador... Publicou na Quark, Scarium e e-nigma. Membro fundador da Oficina de Escritores, vem tentando sua própria jornada do herói na vida, e a viagem do escritor, nos blogs e na OE.

2 comentários em “PHOTOREADING® ou FOTOLEITURA funciona?

  • 4 de fevereiro de 2014 em 07:42
    Permalink

    I’m not sure where you’re getting your info, but great topic.
    I needs to spend some time learning more or understanding more.

    Thanks for wonderful information I was looking for this information for my mission.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *