Máximas filosóficas

carioca-em-lisboaTer a consciência limpa é sintoma de má memória.
Aquele que luta contra a corrente morre eletrocutado.
Se a montanha vem a Maomé…Corre! É uma avalanche!!!
O importante não é ganhar, mas sim que o outro perca.
Não sou um completo inútil, pelo menos sirvo de mau exemplo.
Errar é humano. Mas botar a culpa no outro é mais humano ainda.
Eu não sofro de loucura…a desfruto a cada minuto.
É bom deixar a bebida. O ruim é não lembrar aonde.
Foge das tentações…mas devagar, para que possam alcançar-te.
A verdade absoluta não existe. Isto é absolutamente certo.
Há um mundo melhor…mas é caríssimo.
A preguiça é a mãe de todos os vícios.
E, como mãe deve ser respeitada. Se um passarinho verde te disse algo… deves estar louco, pois passarinhos não falam!
Trabalhar nunca matou ninguém, mas porque arriscar né?
O álcool mata lentamente. Não importa, não tenho pressa.
A confusão está clara! Mate-se estudando e serás um cadáver culto.
Senhor daí-me paciência… mas tem que ser agora!!!

Veja também:

Compartilhe:

MigX

Engenheiro, funcionário público, metido a escritor e ilustrador... Publicou na Quark, Scarium e e-nigma. Membro fundador da Oficina de Escritores, vem tentando sua própria jornada do herói na vida, e a viagem do escritor, nos blogs e na OE.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *